DGS  otorrinolaringologia Dr. Décio Gomes de Souza

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

<VOLTAR HOME

 

PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL

O ouvido capta os sons do ambiente e a sua detecção, análise e interpretação são feitas pelo cérebro. Essas funções são chamadas de processamento auditivo central que incluem as habilidades em detectar, discriminar, reconhecer, localizar, e compreender o som incidente. Outras habilidades cerebrais como como atenção e memória influem no processamento auditivo.

DISTÚRBIO DO PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL  (DPAC)

Uma inabilidade nessas funções é chamada de distúrbio do processamento auditivo central podendo ocorrer mesmo em pacientes com audição tonal normal. Pode ter como sintomas Dificuldades de Aprendizagem, Dispersão, Dificuldade de Comunicação Oral e/ou Escrita, Dificuldade de Compreensão em Ambientes Ruidosos podendo trazer inclusive Prejuízos ao Desempenho Social.

Outras manifestações de Distúrbio do Processamento Auditivo Central são: Problemas de produção de fala envolvendo os sons /r/ e /l/, Dificuldade em compreender o que lê, Indivíduos distraídos, agitados, hiperativos ou muito quietos, Atraso de Linguagem, Inversões ou trocas de letras e problemas de orientação direita e esquerda (escrevem em espelho) e Atenção ao som prejudicada.

As causas podem ser otites frequentes na infância, pouca estimulação auditiva durante o desenvolvimento, distúrbios das vias auditivas centrais detectáveis ou muitas vezes não detectáveis por outros exames e associadas a outras patologias neurológicas ou psiquiátricas.

EXAME DO PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL

É o exame que detecta os DPAC. Deve ser feito após pelo menos uma avaliação audiológica básica recente com Audiometria e Imitânciometria. É totalmente indolor e depende da colaboração do paciente sendo realizado em geral em crianças a partir dos 4 anos de idade e adultos. São utilizados testes especiais comportamentais com estímulos verbais (sílabas, palavras e frases), e não verbais (sons ambientais) gravados e apresentados via fone em cabine acústica. O paciente deverá reproduzir os sons apresentados oralmente ou apontar uma figura ou palavra escrita.

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O EXAME

1) É realizado em uma ou mais sessões com duração de 60 a 90 minutos.

2) Comparecer no horário marcado com os exames audiológicos recentes (de até 3 meses).

3) Vir bem alimentado e descansado

Voltar ao topo

<VOLTAR HOME