DGS  otorrinolaringologia Dr. Décio Gomes de Souza
<Voltar para Apostilas <Voltar Home

A4) ORELHA INTERNA (labirinto)

Labirinto ou orelha interna é a porção interna da orelha (fig. 4.1). É formado por uma série de canais dentro do osso temporal, delimitados por uma fina camada de osso compacto chamado de cápsula ótica preenchidas por um líquido chamado perilinfa. Comunica-se com o espaço subaracnóideo na fossa craniana posterior pelos aquedutos coclear e vestibular ósseos. Esta porção óssea é chamada de labirinto ósseo.

Dentro do labirinto ósseo e mergulhados na perilinfa existe uma série de canais membranosos chamado de labirinto membranoso preenchido pela endolinfa. Comunica-se com o espaço subaracnóideo pelo aqueduto vestibular membranoso que termina no saco endolinfático na fossa posterior (fig. 4.2).

A perilinfa é tem a composição química semelhante à do liquor possuindo mais sódio que potássio. A endolinfa é produzida na estria vascular da cóclea e reabsorvida no saco endolinfático e possui mais potássio que sódio existindo uma diferença de potencial entre a perilinfa e endolinfa (fig. 4.3).

  

Fig. 4.1 – Orelha interna

___________

Fig. 4.2 – Labirintos ósseo, membranoso e aquedutos   Fig. 4.3 – Composição química da perilinfa e endolinfa

Voltar ao topo

<Voltar para Apostilas <Voltar Home